Sunday, April 05, 2015

o chamado das chamas


"Mas, afinal de contas, talvez a filosofia não seja senão um RECONHECIMENTO DOS ABISMOS ENTRE OS QUAIS CIRCULA A SENDA POR ONDE O VULGO SEGUE A SERENIDADE DOS SONÂMBULOS.
Minha ambição é poder despertar, por vezes, vocações. Há provavelmente na alma de todo homem UM FOGO METAFÍSICO QUE PERMANECE OCULTO SOB A CINZA e tanto mais ameaçado de extinguir-se  quanto mais o espírito tenha recebido cegamente uma maior dose de doutrinas acabadas; o EVOCADOR [aquele que faz o chamado, a "vocação", de vocare, chamar] é aquele que SACODE ESSAS CINZAS E FAZ BROTAR A CHAMA. Não creio me gabar sem razão ao dizer que algumas vezes consegui PROVOCAR O ESPÍRITO DE INVENÇÃO DE ALGUNS LEITORES. Ora, é o espírito de invenção que se deveria sobretudo suscitar no mundo. Obter esse resultado vale mais do que recolher a aprovação banal de gente que repete fórmulas ou que escraviza seu pensamento em disputas de escola".
GEORGES SOREL,
Reflexões sobre a Violência