Friday, February 17, 2017

carta de von Mises a Ayn Rand


Prezada Sra. Rand:
Eu não sou um crítico profissional e não me sinto capaz de julgar os méritos desse livro.  Portanto, eu não quero retê-la aqui com a informação que gostei muito de ler A Revolta de Atlas e que fiquei extremamente admirado com a magistral maneira como a senhora construiu o enredo.
Porém, A Revolta de Atlas não é simplesmente uma novela. É também (e principalmente) uma análise persuasiva dos males que assolam nossa sociedade, uma rejeição embasada da ideologia dos nossos pretensos "intelectuais" e um impiedoso desmascaramento da insinceridade das políticas adotadas pelos governantes e políticos.
É uma exposição devastadora dos "canibais da moral", dos "gigolôs da ciência" e da "tagarelice acadêmica" desses criadores da "revolução anti-industrial".  A senhora teve a coragem de dizer para as massas aquilo que nenhum político jamais teve: vocês não seriam nada sem os capitalistas, e todas as melhorias nas suas condições de vida, tudo aquilo que vocês simplesmente assumem como coisa corriqueira, como fato consumado, vocês devem unicamente aos esforços de homens que são melhores do que vocês.
Se isto é arrogância, como muitos de seus críticos disseram, ainda assim é a verdade que precisava ser dita nesta era de assistencialismo estatal.
Eu sinceramente lhe congratulo e aguardo com grande expectativa seu próximo livro.
Ludwig von Mises
(carta por ocasião do lançamento de A Revolta de Atlas nos EUA, em 1957)